Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Pulsar’

Política para quem precisa.

3, março, 2011 5 comentários

A política é tema de grandes sagas da Ficção Científica, mesmo que essa impressão não pule a  primeira vista.

Toda a trama de ”Duna’ e suas sequencias se movem pelo jogo de poder e política envolvendo o planeta Arrakis. Os ‘Hyperion Cantos’ de Dan Simmons (uma série excelente, dentro da New Space Opera e que merece um artigo aqui um dia) são quatro livros que tratam de monstros, viagem no tempo, um poeta morto e… política.

Poderia citar mais uma tonelada de exemplos (Star Wars seria um).

Mas acho que já mostrei meu ponto. Assim, pode-se dizer que o novo lançamento do selo Pulsar da Devir está inserido num longo contexto dentro da Ficção Científica mundial – que por vezes é deixado de lado no Brasil. Com contos de autores consagrados no cenário internacional, meu único ‘porém’ seria a pouca participação de escritores brasileiros novos – a exceção seria Flávio Medeiros Jr, autor de ‘Quintessência’ e ‘Casa dos Vampiros’. O ponto forte é que o organizador, Marcello Simão Branco, é cientista político de formação, o que garante um olhar acadêmico sobre o assunto.

(PS: Ainda não foi desta vez que eu gostei da capa…)

DEVIR LANÇA PRIMEIRA ANTOLOGIA BRASILEIRA DE FICÇÃO CIENTÍFICA POLÍTICA

Assembleia Estelar: Histórias de Ficção Científica Política

Organizador: Marcello Simão Branco, organização e introdução
Capa: Vagner Vargas
408 páginas
ISBN: 978-85-7532-453-0.
Preço: R$ 39,90.

Com histórias de Bruce Sterling, Ursula K. Le Guin, Orson Scott Card (EUA),  Luís Filipe Silva (Portugal), Fernando Bonassi, André Carneiro, Henrique Flory, Flávio Medeiros Jr., Ataíde Tartari, Daniel Fresnot, Carlos Orsi, Roberto de Sousa Causo, Miguel Carqueija e Roberval Barcellos.

Se é verdade que a ficção científica está mais associada aos temas da exploração do espaço, seres extraterrestres, viagens no tempo ou realidade virtual, ela também possui uma ampla relação com a política. A começar pela presença em narrativas utópicas que idealizaram civilizações mais virtuosas, posteriormente na presença de assuntos políticos nos enredos das histórias contemporâneas de FC, especialmente aquelas que exploram novas utopias, distopias ou sociedades alternativas, mas também especulações sobre a realidade social e política, tratando das instituições da democracia, da globalização e dos conflitos internacionais.

Assembleia Estelar é uma antologia inédita neste tema no Brasil, e desenvolve essa relação de afinidade sublinhando que a extrapolação sobre as formas de organização política, além de estar na gênese do gênero, tem muito a ser explorada. Esta é a principal intenção através de quatorze contos, com a presença de autores como os norte-americanos Bruce Sterling, Orson Scott Card e Ursula K. Le Guin, esta com seu conto “O Dia Antes da Revolução”, vencedor do Prêmio Nebula 1974. Além deles, Luís Filipe Silva, Daniel Fresnot, André Carneiro, Fernando Bonassi, Carlos Orsi, Ataíde Tartari, Miguel Carqueija, Henrique Flory, Flávio Medeiros Jr., Roberto de Sousa Causo e Roberval Barcellos contribuem com interpretações ficcionais de cenários históricos, sociedades ideais ou de pesadelo, investigações sobre configurações e efeitos das instituições políticas, além de possíveis guerras no futuro.
Sobre Assembleia Estelar:

“A ficção científica é o mais político dos gêneros literários: seus temas privilegiados são a opressão e a resistência, a guerra, as diferentes modalidades do exercício do poder ou a relação entre o ser humano e o meio ambiente. Os contos deste volume falam de eleições e parlamentos, de estadistas e de ditadores, de guerrilheiros e senadores. Mas falam, principalmente, de mundos alternativos, de realidades possíveis que não se realizaram. Partilham a convicção de que, longe de ser destino, a sociedade humana é fruto das escolhas que seus habitantes fazem.”

— Luis Felipe Miguel, Professor de Ciência Política da Universidade de Brasília.

“Marcello Simão Branco organizou uma antologia com histórias variadas e interessantes, ressaltando mais a política brasileira em vez da estrangeira, já que constam três autores norte-americanos (Le Guin, Card e Sterling), entre eles, os mais conscientes de diferenças culturais e conhecedores da cultura brasileira ou latinoamericana. O restante dos autores estão mais sensibilizados sobre a condição do gênero no Brasil. Com os temas da redemocratização no Brasil, mundos distópicos, histórias alternativas, caos urbano, o consumismo, a tecnologia, Assembleia Estelar tem tudo para repercutir e provocar variados debates tanto para o leitor experiente, como para o iniciante do gênero.”

— M. Elizabeth Ginway, autora de Visão Alienígena: Ensaios Sobre Ficção Científica Brasileira e Professora Associada na Universidade da Flórida, em Gainesville.

Devir Livraria

Rua Teodureto Souto, 624 – Cambuci – São Paulo-SP, CEP 01539-000

Fone: (0__11) 2127- 8787 – horário comercial

Mais informações: marialuzia.devir@gmail.com

Visite o nosso site: http://www.devir.com.br/

Parabéns ao selo Pulsar

27, janeiro, 2011 Sem comentários

(Sim, eu tinha parado de colocar releases e anuncios – porém, com o aumento da carga de trabalho, a periodicidade disso aqui vai cair muito. Então, resolvi colocar aqui o release enviado hoje pelo Marcello Branco sobre a marca de dez títulos da Devir. O marco pode parecer pequeno, porém é o único selo dedicado exclusivamente à FC. Além disso, a Devir trabalha numa logística completamente diferente das outras editoras de literatura fantástica, inclusive de distribuição e de impressão. É um testemunho do crescimento do nosso mercado. Parabéns aos envolvidos, principalmente ao Roberto Causo, responsável pelo selo.)

(PS: Continuo não gostando das capas)

Dedicado à ficção científica, O selo Pulsar, da Devir, alcança a marca de 10 títulos

Com a publicação do romance Angela entre dois Mundos, de Jorge Luiz Calife, em dezembro de 2010, o selo Pulsar da Devir chega à marca de dez livros publicados. É um reforço substancial à publicação de ficção científica no Brasil, com títulos particularmente significativos, como os multipremiados romances de Orson Scott Card, O Jogo do Exterminador e Orador dos Mortos; o quarto livro de contos de André Carneiro, Confissões do Inexplicável, a mais volumosa coletânea de FC brasileira já editada; Os Melhores Contos Brasileiros de Ficção Científica, a primeira antologia retrospectiva da história do gênero no Brasil, e um sucesso de vendas; Tempo Fechado, do escritor cyberpunk Bruce Sterling, romance que antecipou as mudanças climáticas globais; Trilogia Padrões de Contato, de Jorge Luiz Calife, reunindo pela primeira vez três romances clássicos da FC brasileira em um único volume; Anjos, Mutantes e Dragões, o primeiro livro de contos do destacado autor brasileiro de FC e fantasia, Ivanir Calado; e o quarto romance de Calife, Angela entre dois Mundos.

Os Dez Títulos da Pulsar:

1. O Jogo do Exterminador (Ender’s Game), Orson Scott Card

2. Confissões do Inexplicável, André Carneiro

3. Orador dos Mortos (Speaker for the Dead), Orson Scott Card

4. Os Melhores Contos Brasileiros de Ficção Científica, Roberto de Sousa Causo, ed.

5. Tempo Fechado (Heavy Weather), Bruce Sterling

6. Trilogia Padrões de Contato, Jorge Luiz Calife

7. Os Melhores Contos Brasileiros de Ficção Científica: Fronteiras, Roberto de Sousa Causo, ed.

8. Xenocídio (Xenocide), Orson Scott Card

9. Anjos, Mutantes e Dragões, Ivanir Calado

10. Angela entre dois Mundos, Jorge Luiz Calife

Os títulos da Pulsar contam com traduções de especialistas em ficção científica como Carlos Angelo e Sylvio Monteiro Deutsch, e artes de capa de artistas talentosos como Vagner Vargas e Felipe Campos. Para o futuro imediato, a Pulsar promete manter o alto nível e a ousadia editorial que a tem caracterizado até aqui.

Alguns dos Próximos Lançamentos do selo Pulsar:

O Último Teorema (The Last Theorem), de Arthur C. Clarke & Frederik Pohl. Um complexo romance de primeiro contato com inteligências alienígenas e de política internacional, é o último livro escrito por Clarke, o grande mestre da ficção científica, morto em 2008.

Os Filhos da Mente (Children of the Mind), de Orson Scott Card. Romance que fecha o primeiro ciclo de aventuras de Ender Wiggin, iniciado com o multipremiado (Prêmios Hugo e Nebula) O Jogo do Exterminador (Ender’s Game), um best-seller com mais de dois milhões de exemplares vendidos no mundo.

The Windup Girl (ainda sem título em português), de Paolo Bacigalupi. O romance ganhador dos Prêmios Hugo, Nebula e Locus de 2009, é um dos mais premiados livros de estréia de um autor de ficção científica, comparável apenas a Neuromancer (1984), de William Gibson.

A Cidade e as Estrelas (The City and the Stars), de Arthur C. Clarke, marcará o retorno às livrarias brasileiras deste que é o principal romance da melhor fase do mestre inglês da ficção científica, um dos grandes nomes do gênero no século 20 e autor de 2001: Uma Odisséia no Espaço.

Assembléia Estelar: Histórias de Ficção Científica Política, organizada pelo jornalista e cientista político Marcello Simão Branco, é a primeira antologia internacional com esse tema montada no Brasil. Com histórias de André Carneiro, Ataíde Tartari, Bruce Sterling (EUA), Carlos Orsi, Daniel Fresnot, Fernando Bonassi, Flávio Medeiros, Henrique Flory, Luis Filipe Silva (Portugal), Miguel Carqueija, Orson Scott Card (EUA), Roberto de Sousa Causo, Roberval Barcellos e Ursula K. Le Guin (EUA).

As Melhores Novelas Brasileiras de Ficção Científica, antologia organizada por Roberto de Sousa Causo, com novelas e noveletas clássicas da ficção científica nacional: “Zanzalá” (1928), de Afonso Schmidt; “A Escuridão” (1963), de André Carneiro; “O 31.º Peregrino” (1993), de Rubens Teixeira Scavone; e “A nós o Vosso Reino” (1998), de Finisia Fideli.

Trilhas do Tempo, de Jorge Luiz Calife. O segundo livro de contos de Calife, autor da Trilogia Padrões de Contato, o grande clássico da ficção científica hard brasileira.

Conheça os autores que, nos dez títulos do selo Pulsar, alargam os limites de como enxergamos a ficção científica nacional e internacional:

Afonso Schmidt

Jorge Luiz Calife

André Carneiro

Jerônymo Monteiro

Berilo Neves

Leonardo Nahoum

Braulio Tavares

Levy Menezes

Bruce Sterling

Lima Barreto

Cid Fernandez

Lygia Fagundes Telles

Domingos Carvalho da Silva

Machado de Assis

Finisia Fideli

Marien Calixte

Gastão Cruls

Orson Scott Card

Ivan Carlos Regina

Ricardo Teixeira

Ivanir Calado

Rubens Teixeira Scavone

Roberto de Sousa Causo