Arquivo

Arquivo de setembro, 2009

Resenha – The GodMakers – Luiz Felipe Vasques

25, setembro, 2009 2 comentários

Começando o periodo de colaborações aqui no FC e Afins, uma resenha originalmente publicada no Blog de FC

Planos dentro de planos, psiquismo misturado com religião, uma ordem secreta de mulheres conspirando nos mais altos escalões da política, um ar ‘árabe’ permeando toda a estória – Duna? Não, The Godmakers.

Escrito por Frank Herbert em 1972, sete anos depois de sua grande obra, Duna, o livro ostenta estas similaridades , levando-me a crer que, se não lhe for um tema recorrente (é o terceiro livro apenas que li de Herbert, além do já citado e de uma tentativa frustrada de ler sua primeira continuação, O Messias de Duna), talvez ele tenha sentido que não tinha dito tudo com essas fontes de inspiração.

As semelhanças, apesar de fortes, não impedem de revelar um livro de aventuras e mesmo de bom humor, algo que não sabia que Herbert era capaz – convenhamos, deve haver poucas obras mais sisudas do que Duna escritas na FC.

A estória, em um futuro distante, gira ao redor de Lewis Orne, um agente do governo galáctico, recém-saído do treinamento, a serviço de uma agência oficial que investiga o clima psicológico de mundos perdidos da grande civilização, em geral com o contato perdido após guerras civis. Orne tem excepcional habilidade, um verdadeiro faro para o assunto, nas mais tênues pistas decifrando tramas e armadilhas em mundos humanos e mesmo alienígenas.

Ao mesmo tempo, uma linha de eventos paralelos nos leva a Amel, um planeta onde todas as religiões e subsectos convivem em paz da Trégua Ecumênica, e os sacerdotes se empenham em uma atividade muito curiosa: a criação de um deus. Deuses não nascem, são criados, afinal de contas. E a forma de criá-los envolve todo um mumbo-jumbo místico-psíquico que os leitores de Duna já conhecem. Aliás, as notas de início de capítulo são um recurso já manjado, da mesma obra… e que funcionam muito bem também aqui, devo dizer. Mas tudo isto leva à criação de um deus, preconizado logo no início, e revelado nos episódios finais do livro.

Os desdobramentos do mumbo-jumbo talvez se devam à época em que foi escrito. Experiências sensoriais, drogas, misticismo, havia um quê a se acreditar que em algum ponto, isto tudo se conectava. É uma leitura bastante interessante, embora tenha que se prender à lógica que o autor segue, para se seguir o raciocínio. E em falando de temas recorrentes do autor, política e sistemas de governo também têm seu papel no livro.

A estória tem um trecho um pouco estranho, ao meu ver: a ida ao mundo em que a conspiração de mulheres que citei lá em cima seria apresentada aos leitores, através de investigações e desdobramentos, simplesmente é substituída já pela volta do personagem, direto para a CTI, onde fica longos meses à beira da morte, após um clímax fatal envolvendo a revelação da tal conspiração. Necessidades editoriais? Falta de paciência do autor? Era para ser assim mesmo? Não sei, mas que achei estranho, sim, achei.

De resto, tem um quê de aventuras espaciais antigas, onde o papel feminino ainda consegue ser mais estereotipado do que o masculino: apesar de toda a capacidade intelectual daquela que será o amor verdadeiro do protagonista, ela praticamente só surge para disto se ter certeza e se preocupar com a saúde deste, e em seguida sair da trama.

É uma estória, no final das contas, interessante, apesar de momentos que achei irregulares. Serviu para conhecer um pouco mais da obra do autor. Na wikipedia, um brevíssimo artigo conta que este livro é uma espécie de interseção entre dois universos fictícios do personagem, o de Duna, e o da CoSentiency, de que nunca ouvi falar.

Foi uma companhia interessante.

The GodMakers

New English Library, 1984

ISBN 0 450 01798 2

Na Amazon

Categories: Uncategorized Tags:

Resultado das enquetes e colaborações externas

15, setembro, 2009 Sem comentários

Dois pontos rápidos!

As nossas enquetes já foram fechadas. O assunto mais votado foi New Space Opera, seguido de perto pelo New Weird. Sendo assim, em breve teremos dois artigos para satisfazer a curiosidade dos leitores.

O escritor mais cotado foi Gerson Lodi-Ribeiro. Aguardem um perfil super recheado do mestre da História Alternativa brasileira.

Agora, uma novidade.

A partir de agora, o blog está aberto a participação de qualquer membro da comunidades Escritores de Fantasia, Ficção Científica e Escritores de Fantasia e Ficção Científica em português que queira mandar um texto – NÃO FICCIONAL – sobre FC, Terror, Fantasia. Pode ser resenha de livro, filme, comentário sobre um gênero, etc. O texto deve ser mandado diretamente pra mim, pelo meu email anacrisrodrigues@gmail.com – e eu irei publicá-lo no blog com os devidos créditos.

No que se relaciona a artigos, eu prefiro que me consulte antes de escrever – já tenho alguns prontos para ir ao ar sobre alguns assuntos. Já resenhas é só mandar mesmo.

Material ficcional, por enquanto, fica de fora. Se a demanda for grande, posso pensar no caso. Mas que tal mandar pro Letra e Video se estiver dentro da proposta?
Quem quiser ter o link para o seu blog no nosso, é só pedir. Pode ser aqui mesmo, alias. A unica coisa que peço é reciprocidade: se eu te dou carona, retribua. Coloque um link pro FC e Afins de volta.

Bem, é isso. Qualquer dúvida, estou aqui.:)

Categories: Notícias Tags:

Literatura Fantástica Nacional na Bienal do Rio

12, setembro, 2009 2 comentários

ATUALIZADO EM 15/09

Agora que Mr. Cornwell já foi, os amantes da literatura fantástica podem estar se perguntando: ok, e agora o que tem de legal?

Muita coisa! E não só na Bienal, mas no circuito fora da Bienal também!

Hoje, sábado, 12 de setembro, tem o lançamento de MSP 50, álbum comemorativo dos 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa. Vários desenhistas e roteiristas – inclusive a dupla responsável pela graphic novel intempoliana The Long Yesterday, Osmarco Valadão e Manoel Magalhães – foram convocados para fazer releituras da obra do mais bem sucedido quadrinista brasileiro. A partir das 18 hs, no estande da Editora Panini.

Amanhã, 13 de setembro, é dia de vampiros e samurais. Giulia Moon, depois de anos sendo uma das melhores contistas ‘vampirescas’ do Brasil, finalmente lança um romance, na mesma linha temática que já a consagrou. O lançamento carioca de Kaori, perfume de vampira será no estande da Giz Editorial, a partir das 16 hs.

Na terça-feira, 15 de setembro, Giulia, Martha Argel e Humberto Moura estarão na livraria Baratos da Ribeiro, em Copacabana, na noitada literária ‘Yes, nós temos vampiros!’, a partir das 18hs.

Dia 17 de setembro, a partir das 15:30h, Martha Argel irá deixar os vampiros de lado para se dedicar a outras criaturinhas voadoras, com ‘Educação Ambiental: Voando pelo Brasil’ falando sobre aves brasileiras e seus ecossistemas. No estande da Editora CucaFresca (pavilhão verde).

Sábado, dia 19, é o dia mais movimentado.

Meio-dia, o café literário (pavilhão azul)  sediará uma mesa sobre literatura de entretenimento, mediada por Felipe Pena, com Luis Eduardo da Matta e André Vianco. O senhor dos vampiros também estará autografando seus livros a partir das 14hs no stand da Saraiva – Pavilhão Azul.

Miguel Carqueija anuncia que entre 14:00 e 16:00 hs, estará no estande da Giz Editorial (pavilhão laranja) para a tarde de autógrafos da antologia “Invasão”, organizada por Ademir Alves, com prefácio de Roberto Causo.  Os demais autores da antologia são: Angela Nadja Berg Ceschim Oiticica, Christian David, Daniel Pedrosa, Daniele Helena Bonfim, Danny Marks, Duda Falcão, Edmar Souza Júnior, Eduardo Lesnok, Estevan Lutz, Jocir Prandi, Mariana Albuquerque, Mário Carneiro Jr., Melanie Evarino Leite, Nenezio, Ricardo Delfin, Rober Pinheiro, Rômulo Mafra, Ronaldo Costa, Ronaldo Luiz Souza, Vinícius Vieira, Waldick Garrett e Wilson Silva. O autor carioca também estará autografando o romance “Farei meu destino”.

A escritora Giselle Sato avisa que a coletânea do Beco do Crime, da qual participa, terá sessão de autográfos às 17 hrs, no pavilhão laranja.

E na Baratos da Ribeiro estará acontecendo, durante todo o dia, a OFF Bienal, com leituras, dramatizações, shows e lançamentos, em uma iniciativa conjunta do sebo com a editora Multifoco. Vários autores estarão presentes, como Giulia Moon, S. Lobo, Martha Argel, Humberto Moura, Fabio Lyra, Estevão Ribeiro, Luis Eduardo da Matta, além desta que vos escreve. Mais informações aqui.

No domingo, 20, ao meio-dia, Adriana Lunardi (autora de Vésperas), FLavio Carneiro Michel Laub, estarão debatendo no Café Literário (pavilhão azul) o tema ‘Literatura, delicadeza, ficções de si e dos outros’.

Eu estarei na Bienal nos dias 12 e 19 de setembro, com AnaCrônicas e Espelhos Irreais nas costas, além de, claro, estar na OFF Bienal. Espero vocês por lá!

Dica de boas compras:

No stand da editora Universo dos Livros (pavilhão verde), os livros de Sergio Pereira Couto estão em promoção, inclusive a recém-lançada nova edição de ‘Sociedades Secretas’.

O stand da Bookoutlet (pavilhão laranja) oferece livros a R$ 5,00 e R$10,00 – incluindo obras de Isaac Asimov e Doris Lessing

O site Estante Virtual (pavilhão verde) criou uma promoção inusitada: a troca de livros. A cada livro usado que você levar, poderá levar outro. Limite de 10 livros por pessoa.

Atenção escritores!!!

É possivel entrar na Bienalcom credenciamento – em bom português, sem pagar. É só apresentar uma publicação em seu nome e carteira de identidade nas bilheterias habilitadas para retirar a sua credencial, válida para todos os dias. (Se não me engano, ficam à esquerda da entrada, no pavilhão laranja)

Lembrando que é apenas um apanhado. A programação completa você encontra no site da Bienal.

Quem quiser divulgar mais alguma coisa na Bienal – ou fora dela – entre em contato.

Ana Cristina